14.600 dias

Julho 8, 2010 às 12:27 am | Publicado em Dia-a-dia | Deixe um comentário

Mais volta menos volta ao Sol, mas um dia acordamos e temos 14.600 dias no corpo. Já não é aquela juventude dos 8 mil ou dos 9 mil dias. São 14 mil, já o corpo dói, já não corremos, nem saltamos como na juventude. Mas nada há a fazer senão aceitar. Vai-se vivendo como se pode, não como queremos. Mas é muito dia. Mas precisava de 100 mil para perceber alguma coisa da imensidade.  

O maior dia do ano

Junho 21, 2010 às 2:06 pm | Publicado em Dia-a-dia | Deixe um comentário

Começa bem com calor, finalmente um ar de Verão. É pena é durar tão pouco…

Uma longa pausa

Junho 19, 2010 às 6:16 pm | Publicado em Dia-a-dia | 4 comentários

Eu e o computador estamos zangados. Afinal é ele o responsável pelos meus problemas físicos. Vou precisar de alguns meses de descanso. Espero voltar depois do Verão.

Ainda o 5 para a meia-noite

Março 5, 2010 às 12:16 am | Publicado em Astronomia, Dia-a-dia | Deixe um comentário

Já está disponível no site da RTP, o 5 para a meia-noite desta quarta-feira, onde tive o prazer de participar. O 5 para a meia-noite é já um programa de culto por mérito dos seus apresentadores e foi com grande gosto que estive sentado naquele sofá à conversa com o Nilton. Tive hoje durante o dia um excelente feedback do programa. Relembro só um episódio caricato que me aconteceu no Chiado numa loja de discos, quando perguntei ao vendedor onde era um alfarrabista ali perto e este me perguntou se eu andava à procura de livros sobre astros…

Um dia no TED

Fevereiro 21, 2010 às 8:00 pm | Publicado em Dia-a-dia | Deixe um comentário

Há pessoas por esse mundo fora a fazer coisas incríveis. Esta semana tive oportunidade de conhecer algumas dessas pessoas no TEDx Porto. Conheci gente incrível, gente empreendedora, gente que começou do nada para construir alguma coisa. Quanto à astronomia acho que correu bem, fiz uma das palestras mais marcantes do dia. Era o meu dever e a minha obrigação. Para o ano conto voltar. Mas também estive com alguns destes amigos no Sociedade Civil da RTP2 e gostei do debate.

Pouco a pouco

Janeiro 25, 2010 às 12:01 am | Publicado em Dia-a-dia | Deixe um comentário

Pouco a pouco vou melhorando, pouco a pouco vou voltando ao normal, embora o tempo para escrever também seja pouco…

Houston, tenho um problema…

Janeiro 9, 2010 às 5:12 pm | Publicado em Dia-a-dia | 4 comentários

Tenho um problema complicado no ombro direito. Um maldito de um tendão que não me deixa escrever. Ganhou calcificação e os tratamentos que fiz até agora não resultaram e, por isso, não posso usar o computador. Mas não só. Isto afecta o meu trabalho. Não posso fazer planetário, nem carregar um telescópio para observar. Estou assim a passar um mau bocado, com uma coisa tão estúpida como um tendão inflamado. Não tenho outro remédio senão aguentar e deixar de escrever por uns tempos, enquanto me trato. Preciso de descanso e de repouso. Voltarei quando estiver melhor, nem que seja só para dizer que estou melhor.

O céu de Natal

Dezembro 24, 2009 às 3:11 am | Publicado em Dia-a-dia | Deixe um comentário

Por entre as nuvens apareceu Orionte, Sirius e Marte. Depois o céu límpido até ao próximo aguaceiro. Um vento morno percorreu a noite e eu lembrei-me de outros natais e de prendas oferecidas a mim próprio. Do meu primeiro telescópio. De o trazer para casa e abrir como um presente, como se alguém o tivesse dado. Das primeiras noites a observar. De Júpiter a dominar a noite. Dos 4 satélites em redor. Tudo isto já foi há muito tempo, há 20 anos para ser mais preciso. Mas tudo subsiste na memória.

Coisas do tempo…

Dezembro 20, 2009 às 5:49 pm | Publicado em Dia-a-dia | 2 comentários

Quando já temos muitos anos de computador como eu, alguma coisa cede no corpo. Pode ser um tendão, um músculo ali ou acolá, mas alguma coisa cede e deixamos de ser o que éramos. E quando isso acontece olhamos para os anos de escrita inútil, para as horas perdidas na noite, para as posições incorrectas, para os males que chegam com a idade e com o sedentarismo e ficamos a pensar como será a partir de agora? Se voltaremos a ser o que éramos? Se voltaremos a escrever? Se a medicina resolverá o problema? É claro que no meu caso é só um tendão inflamado, mas que diabo escusava de ser. Mas a medicina lá inventou uma técnica para desinflamar tendões e a vamos ver se resulta comigo. Dizem que sim, que voltarei a ficar bom…resta saber por quanto tempo? Mas pronto não é nenhuma doença mortal. Nada que não se cure com descanso e pouca escrita. O tempo tudo cura…dizem.

“A Vida na Terra” nas salas de aula…

Novembro 30, 2009 às 12:13 am | Publicado em Astronomia, Dia-a-dia | Deixe um comentário

O programa “Escola – Ninho de Ciência” vai decorrer entre 25 de Novembro e 5 de Janeiro nas escolas do 1º ciclo do concelho com a actividade “A Vida na Terra”, orientada pelo astrónomo José Matos. Com este tema pretende-se explorar conceitos sobre a evolução da vida, a formação da terra e as condições que o planeta apresenta actualmente para suportar a vida.

Página seguinte »

Site no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.