Bom Ano

Dezembro 31, 2005 às 5:22 pm | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário

Com muita fortuna e poucos problemas

Em busca de variações nas constantes fundamentais

Dezembro 31, 2005 às 3:26 pm | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário
Uma equipa internacional de astrónomos olhou para uma galáxia distante e tentou perceber se nessa galáxia remota os átomos e as moléculas se comportam da mesma forma que hoje na nossa galáxia. É que se espera que as constantes fundamentais da física sejam invariáveis ao longo do tempo e sendo assim não devem variar ao longo da história do Universo. Ora as observações realizadas com um radiotelescópio não mostraram de facto variações nessas constantes. Já não é primeira vez que se realizam observações deste género e na equipa que fez este trabalho está uma portuguesa chamada Graça Rocha. A Graça estudou no Porto Matemática e Astronomia depois foi para Londres fazer mestrado e para Cambridge fazer doutoramento. Tornou-se uma especialista em radiação cósmica de fundo e é nessa área que tem centrado a sua investigação.

Eurico da Fonseca

Dezembro 31, 2005 às 4:35 am | Publicado em Astronomia | 1 Comentário
Graças ao Guilherme de Almeida que descobriu este link, podemos ver uma das últimas entrevistas do Eurico da Fonseca senão mesmo a última.

Para quem não conhece era uma presença regular na RTP de outros tempos comentando assuntos de astronomia e exploração espacial. Eurico da Fonseca tinha o antigo Curso Industrial de Mecânica de Automóveis, mas desde cedo começou a interessar-se pelo espaço e a comentar o assunto em jornais e rádio. Em 58 teve um convite para o Centro de Estudos Astronáuticos do Ministério da Educação, depois mais tarde entrou para o Centro de Estudos Especiais da Armada onde esteve envolvido no desenvolvimento de foguetes.

Mas manteve sempre a sua actividade de divulgador e foi nessa função que o conheci já no início dos anos 90 num encontro de astronomia em Coimbra. Era uma pessoa simples, cheia de histórias e com uma grande bagagem na área espacial. Afinal viveu o tempo em que tudo começou. Acompanhou tudo na época e até ao final da vida.

Mas a maior memória que guardo dele é obviamente da RTP. Num tempo em que mais ninguém falava do assunto a presença dele era frequente e fixava os espectadores. Foi ele que comentou a Apollo 11 num directo memorável e fascinante naquele tempo. Já não vivi esse tempo, mas às vezes tenho pena. Faço hoje o mesmo que ele, mas numa escala maior, que é o andar de escola em escola a falar do espaço. Mas na altura quando o via nunca pensei. Que um dia pudesse também estar ali no ecrã a fazer o mesmo.

Loja

Dezembro 30, 2005 às 3:58 pm | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário
Uma loja alemã com produtos espaciais que não conhecia. Tem coisas interessantes a ver com atenção.

Neil

Dezembro 30, 2005 às 2:16 pm | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário
Saiu no final de Outubro a primeira biografia autorizada do Neil Armstrong. Talvez alguma editora cá em Portugal tenha a feliz ideia de a traduzir.

Ciel & Espace

Dezembro 29, 2005 às 2:13 pm | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário
A revista Ciel et Espace de Janeiro traz sempre de oferta um calendário para o ano todo com os enventos astronómicos. Já deve estar à venda por aí.

Cursos

Dezembro 28, 2005 às 11:52 pm | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário
O Cornelis Petrus Dullemond é investigador no Max Planck Institute em Heidelberg na área da formação planetária. Tem um curso muito interessante sobre o assunto que pode ser visto aqui.

Outro interessante sobre astronomia observacional do Dan Bruton.

O meu problema?

Dezembro 28, 2005 às 8:40 pm | Publicado em Astronomia | 3 comentários
Como é que agarro num curso de exploração planetária de 30 horas e 12 sessões e o comprimo para um curso de 20 horas e 8 sessões?

Science & Vie

Dezembro 28, 2005 às 8:04 pm | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário
A Science & Vie lançou um número especial com o ano de 2005 em análise. Na parte de astronomia destaca a missão Cassini-Huygens a Saturno, as missões em Marte, a descoberta do 2003UB313 e também o nascimento das galáxias num Universo ainda muito jovem. A ler.

Retrato de Jápeto

Dezembro 27, 2005 às 2:45 pm | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário
Jápeto: Diâmetro – 1460 km; Densidade Média – 1,16 g/cm3, o que aponta para uma composição forte à base de gelos (talvez metano e outros). Grande diferença de albedo entre o hemisfério posterior (4%) e anterior (50%). Pensa-se que esta diferença de brilho se deve a um fluxo de minúsculas partículas escuras provenientes de Febe, que bombardeiam o hemisfério posterior de Jápeto, fazendo com os gelos voláteis se misturem e ganhem uma cor avermelhada, formando compostos orgânicos, mas existe também a teoria de que este material pode ser proveniente do interior da própria lua. A Cassini já passou por lá, mas o mistério subsiste. Mas quantos artigos surgirão nos próximos anos sobre Jápeto? Quantas teses de mestrado e de doutoramento? Mas Jápeto continuará ali frio e misterioso. Continuará ali a olhar para nós como se nada fosse com ele.

Página seguinte »

Site no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.