Amanhã

Janeiro 28, 2004 às 6:12 pm | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário

Amanhã vou falar dele numa escola. É a 2ª vez que o levo comigo, mas amanhã é especial, pois tenho imagens para mostrar. E é assim que ganho a vida. Daí que se esta missão tivesse falhado tinha que ser indeminizado.

Outra opinião sobre Águeda

Janeiro 28, 2004 às 2:33 pm | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário

Si ce ne sont pas des impacts, ce peut être une oxydation de roches ou

minerai naturels métalliques ferreux comme la pyrite de fer FeS2 par exemple

(ou des débris métalliques, résidus de fonderie) inclus dans le gravier

(caillou, pierre) et le goudron de la piste qui ont rouillé en donnant ces

traces d’oxyde de fer rouge orange (des pluies plus acides récemment ?) en

laissant des trous au fil des lessivages par les pluies (ce ne serait alors

pas des traces récentes mais “vues récemment”!). Le passage du météore du 4

janvier aurait alors enflammé les esprits et créé le lien entre deux

phénomènes sans rapport.

Eric

Mais uma opnião sobre Águeda This reminds me of…

Janeiro 27, 2004 às 7:14 pm | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário

Mais uma opnião sobre Águeda

This reminds me of the Oakland ‘meteorite’ of last year. A crater “12-inch-by-18-inch-by-3-inch” was found in the 6″ thick asphalt maintenance parking lot. However, no meteorite could be found.

“The edges of the crater are seared black, and there’s a fan-shaped debris field spread out all around the site,” Bryson said. “One of our employees is an amateur astronomer, and he

said it looks like every impact crater he’s ever seen.”

We would have not learned the truth if a list member ad not visited the site the next day.

The crater was created by the exhaust pipe of a fire truck.

These holes must result from aircraft or aircraft maintenance on the runway. It looks like some kind of chemical spill or leak. Gasoline will dissolve asphalt. I suggest Jose pick a spot (at the end of the runway) and very slowly drip some aviation fuel and

then monitor the spot over a period of weeks.”

Bob

Uma troca de impressões entre mim e o John Wood so…

Janeiro 26, 2004 às 5:56 pm | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário

Uma troca de impressões entre mim e o John Wood sobre a detecção directa de gelo de água no pólo sul de Marte pela Mars Express.

I liked to know your opinion about the detection of water ice in the Mars

south pole by Mars Express.

It is the first spectroscopic evidence of solid ice and subliming water

vapor at the south pole, which solidly confirms the presence of ice there.

>>There were already clear indications of the existence of water ice through

the Mars Odyssey experiment.

Yes, there were already clear indications of water ice at the south pole.

What else could be the home of the H detected by Mars Odyssey? For many

reasons, known since Mariner 9 in 1971, it has been clear that there must be

water ice at both poles. After all, if it is cold enough there to condense

CO2 ice, how could it not also condense H2O ice?

>>…but doesn’t exist too much noise about the ESA news?

You could certainly say that, but it is normal for space scientists to get

very excited about the smallest results produced by their expensive

spacecraft. Look at the passionate emotions expressed by Steve Squyers on

seeing pictures of bleak landscapes of rock debris or sand returned by the

Mars Exploration Rovers, little different from those seen by Viking in 1976

and Mars Pathfinder in 1997. But you and I would probably do the same, if we

were in Steve’s place and faced with a roomful of newsmen who insisted on

having something to report.

Mais um rover em Marte. Depois do Espírito…

Janeiro 26, 2004 às 4:05 am | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário

Mais um rover em Marte.

Depois do Espírito é a vez do Oportunidade. Esperemos que não acabe avariado como o Espírito, que só deve voltar ao activo daqui a 3 semanas.

O Oportunidade chega a Marte às 5h05m de Domingo. …

Janeiro 24, 2004 às 6:09 pm | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário

O Oportunidade chega a Marte às 5h05m de Domingo. Entretanto, o Espírito continua nos cuidados intensivos sem saber de que doença sofre. E é provável que fique várias semanas doente e de cama.

Spirit em black-out O rover Spirit teve uma fal…

Janeiro 22, 2004 às 9:29 pm | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário

Spirit em black-out

O rover Spirit teve uma falha grave nas suas comunicações com a Terra. O rover deixou de enviar dados científicos na passada Quarta-Feira e não se sabe quando voltará ao normal. Também não se sabe ainda a razão desta falha, mas é um facto que existe alguma preocupação entre os responsáveis da missão. Se for apenas uma falha de software tudo poderá ser recuperado, mas se for uma falha maior então a situação pode complicar-se. A ver vamos o que isto vai dar. Espero que não seja nada de grave. Era estúpido a missão acabar agora.

O caso do meteorito espanhol

Podem ter sido recolhidas amostras do famoso meteoro que foi visto em Espanha e Portugal no dia 4 deste mês por volta das cinco da tarde. Dois possíveis fragmentos estão ser analisados no Museu Nacional de Ciências Naturais, em Madrid. Os dois bocados foram apanhados nos dias 9 e 10, num caminho rural, por um jornalista “free-lancer”, no norte de Palência e parecem ser de um meteorito férreo.

Marcas estranhas aparecem em Aveiro

Depois do caso do aeródromo de Águeda é vez de Aveiro ter também as mesmas marcas. No recinto da Escola Secundária Jose Estevão foram detectadas esta semana várias marcas semelhantes às que apareceram na pista do aeródromo de Águeda há algum tempo atrás. Embora não sejam marcas de meteoritos não deixa de ser curioso o aparecimento destas marcas agora em Aveiro. Parece um fenómeno insólito.

Um pequeno texto que escrevi para o semanário regi…

Janeiro 19, 2004 às 1:54 pm | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário

Um pequeno texto que escrevi para o semanário regional “O Aveiro” sobre a história das marcas de Águeda.

Um Rumor de Impacto



No princípio era um rumor, um rumor de que um meteorito tinha caído na pista do aeródromo de Águeda. Fiquei espantado. Um meteorito em Águeda! Não perdi tempo e num dia à tarde fui lá ver com os meus próprios olhos. A pista estava realmente cheia de marcas estranhas com um aspecto de leite creme queimado. Em alguns casos o alcatrão da pista tinha mesmo estalado. Percorri toda a pista à procura dos famosos meteoritos, mas nem sinal deles. Se tivessem sido meteoritos devia encontrar-se alguma coisa, pensei cá para mim. Mas nada, nem uma única pedrinha no local das manchas. Á volta na vegetação a mesma coisa. Nem um único sinal do famoso meteorito. As manchas eram só na pista. Mas nos dias seguintes, nos lugares mais inesperados, fui emboscado por pessoas que queriam saber que marcas eram aquelas? Ouvi falar também de “desintegrações de naves” e outras coisas do género. Talvez uma nave espacial com problemas mecânicos que se fazia à pista e que no derradeiro momento se despenhou. Mas parece que não sobrou nada da dita nave. Nem do dito meteorito. Nem ninguém ouviu nenhum barulho estranho. Um meteorito teria feito barulho. Uma nave com problemas no motor também. Portanto, parece que as marcas de Águeda nada têm a ver com meteoritos nem com naves. Por isso, fiquei ainda mais espantado quando a Agência Espacial Européia (ESA) telefonou para lá a pedir amostras das marcas. Fiquei curioso. Será que vão detectar vestígios da nave ou do meteorito? Aguardo com expectativa os resultados. Mas talvez não fosse má idéia chamar um especialista em aeródromos. Esse sim é que podia dizer alguma coisa. E talvez dissesse que aquelas marcas estranhas não têm nada a ver com essas coisas que caem do céu.

Bush a caminho da Lua 1- Já não é a primeira ve…

Janeiro 15, 2004 às 1:49 pm | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário

Bush a caminho da Lua

1- Já não é a primeira vez na história recente que um presidente americano anuncia o regresso à Lua e viagens a Marte. Em 1989, nos 20 anos da Apollo 11, o pai do actual presidente falava de um regresso à Lua e de uma expedição tripulada a Marte. Disse mesmo que a Estação Espacial seria utilizada para preparar uma viagem a Marte. Hoje, 15 anos depois não se viu um único passo nesse sentido. E se nos lembramos que já no tempo das missões Apollo, a NASA tinha planos ambiciosos para viagens a Marte e bases na Lua ficamos ainda mais desconfiados destas boas intenções.

2- O discurso de ontem do actual presidente já podia ter sido feito há mais tempo. Se Bush tivesse uma visão clara sobre o Espaço desde que foi eleito já a teria certamente anunciado. Por isso, parece-me que este anúncio insere-se no actual contexto pré-eleitoral e é um anúncio que tenta dar um novo alento à exploração espacial depois do desastre do Columbia. Insere-se igualmente numa preocupação do actual Presidente em mostrar que tem uma “visão” para a América. Bush quer mostrar que tem pensamento estratégico e que sabe o que quer para o futuro da América. E nada melhor do que um regresso ao Espaço para mostrar isso.

3- Voltar à Lua para construir uma base lunar possui um custo considerável difícil de calcular neste momento, mas não é com um aumento de 5% ao ano no orçamento da NASA até 2007 e depois de 1% até 2009 que vamos lá. Acredito no desenvolvimento de novas missões robóticas até 2010 e para isso o dinheiro vai dar, mas terá que haver na próxima década um aumento significativo no orçamento da NASA para atingir a Lua até 2020 e para desenvolver um novo veículo para missões tripuladas.

E a esta distância isso parece-me muito difícil. Convém lembrar que já não estamos no tempo da Guerra Fria que motivou as missões Apollo e que deu à NASA orçamentos fabulosos. Tudo isso acabou. Por isso, será muito difícil manter uma política destas a longo prazo ainda, por cima, num país com um défice excessivo e envolvido numa luta contra o terrorismo sem fim à vista, que absorve grandes recursos financeiros.

4- Os desafios de uma viagem a Marte são enormes e é nesse campo que os EUA devem concentrar os seus esforços. Neste capítulo o discurso de Bush é positivo, embora muito vago. Acho que teria sido melhor se apresentasse um plano mais detalhado para uma missão tripulada a Marte e quais os passos que devem ser tomados para lá chegar.

5- O anúncio deste tipo de planos devia ser feito em anos não eleitorais para lhes dar uma maior credibilidade. É inevitável que o seu anúncio numa altura destas provoca desconfiança e é encarado como propaganda pré-eleitoral.

Os nossos amigos espanhóis conseguiram reconstruir…

Janeiro 15, 2004 às 11:45 am | Publicado em Astronomia | Deixe um comentário

Os nossos amigos espanhóis conseguiram reconstruir a trajectória do bólide e tudo indica que se trata mesmo de um asteróide como eu e outros defendemos na altura. Vejam a notícia.

Página seguinte »

Create a free website or blog at WordPress.com.
Entries e comentários feeds.